Livro: Marina, por Carlos Ruiz Zafón

Depois de ver a resenha de um livro no blog O Fantástico Mundo de Jess (que comecei a seguir recentemente), minha vontade de pelo menos tentar falar de livros aqui aumentou muuuuito! Tive essa vontade desde que voltei a ler (graças a Deus!) esse ano e li o livro Marina. Hoje, quero falar sobre ele.

Capa Marina.indd

Sinopse: Neste livro, Zafón constrói um suspense envolvente em que Barcelona é a cidade-personagem, por onde o estudante de internato Óscar Drai, de 15 anos, passa todo o seu tempo livre, andando pelas ruas e se encantando com a arquitetura de seus casarões. É um desses antigos casarões aparentemente abandonados que chama a atenção de Óscar, que logo se aventura a entrar na casa. Lá dentro, o jovem se encanta com o som de uma belíssima voz e por um relógio de bolso quebrado e muito antigo. Mas ele se assusta com uma inesperada presença na sala de estar e foge, assustado, levando o relógio. Dias depois, ao retornar à casa para devolver o objeto roubado, conhece Marina, a jovem de olhos cinzentos que o leva a um cemitério, onde uma mulher coberta por um manto negro visita uma sepultura sem nome, sempre à mesma data, à mesma hora. Os dois passam então a tentar desvendar o mistério que ronda a mulher do cemitério, passando por palacetes e estufas abandonadas, lutando contra manequins vivos e se defrontando com o mesmo símbolo – uma mariposa negra – diversas vezes, nas mais aventurosas situações por entre os cantos remotos de Barcelona. Tudo isso pelos olhos de Óscar, o menino solitário que se apaixona por Marina e tudo o que a envolve, passando a conviver dia e noite com a falta de eletricidade do casarão, o amigável e doente pai da garota, Germán, o gato Kafka, e a coleção de pinturas espectrais da sala de retratos. Em Marina, o leitor é tragado para dentro de uma investigação cheia de mistérios, conhecendo, a cada capítulo, novas pistas e personagens de uma intrincada história sobre um imigrante de Praga que fez fama e fortuna em Barcelona e teve com sua bela esposa um fim trágico. Ou pelo menos é o que todos imaginam que tenha acontecido, a não ser por Óscar e Marina, que vão correr em busca da verdade – antes de saber que é ela que vai ao encontro deles, como declara um dos complexos personagens do livro.

Não sei se vocês vão me achar exagerada, mas ESSE LIVRO É PERFEITO. Dizer apenas “leitura contagiante” é pouco! Foi um ótimo livro pra marcar minha volta ao mundo da leitura. Zafón tem um jeito todo especial de prender você, fazendo uso de descrições excelentes e detalhadas. A história se desenvolve de uma forma que você começa a perceber o que vai acontecer no fim aos poucos, mas isso não é ruim. Não tem como dizer que o final é previsível. Sem furos, tudo se encaixa perfeitamente.

Ao ler esse livro, senti como se eu mesma estivesse vivendo a história. Senti medo, felicidade, tristeza e todas as emoções trazidas por ele. Passei horas e horas deitada com a minha gatinha, lendo. Aqui vai um registro de que ela leu comigo:

nieta lendo marina

Não sei quantas das leitoras do blog gostam de ler livros, e eu sei que não sou nenhuma expert, mas pretendo falar muito mais sobre eles a partir de agora. Me faz quase tão bem quanto lê-los! <3

Até a próxima, meninas… Beeeijo!

Anúncios

3 comentários sobre “Livro: Marina, por Carlos Ruiz Zafón

Não deixe de comentar! ^^

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s